Resposta a Juca Kfouri e seu panfleto eleitoral


 Você concorda com Juca Kfouri? Se sim parabéns, você é uma ótima pessoa, é do povo e luta contra a elite branca paulista, esta opressora e que odeia tudo como um cão raivoso, principalmente os pobres, estes que segundo Juca estão cada vez mais presentes em ''luxos'' desta tal elite e que assim os incomodam... Não é novidade que a imparcialidade do jornalista da ESPN e da Folha é tão verdadeira quanto uma nota de 3 reais(não, não estou falando de 1 dólar), e mais uma vez ele resolve atacar a maldita ''elite branca paulista'' em seu novo texto.

O texto intitulado ''O panelaço de barriga cheia e do ódio'', nada mais é que um repeteco de seu chilique, já conhecido por todos, na Copa do Mundo de 2014. Vamos voltar no tempo para compreender a mentalidade de Juca:

Vamos avaliar um passado recente:

Se o Brasil vive um período de eleições Juca se resume a criticar a oposição ao PT, seja ela qual for(Os candidatos presidenciáveis do PSDB, PSB, PSC e PRTB no caso de 2014), sempre idolatrando a principal linha auxiliar do PT na atualidade, o PSOL, que é um partido que vem abrigando um alto número daqueles que se decepcionaram(ou não) com o partido da estrela vermelha e agora quer ir atrás de uma 'nova luta'. E ai que está o ''perigo'' de Juca Kfouri, ele não faz o mesmo que seu companheiro José Trajano, que também participa do programa Linha de Passe(da ESPN), e veste a camisa dando a cara a tapa, Juca não, ele chega a fazer uma falsa oposição ao Partido dos Trabalhadores que engana muitos desavisados.

Se lembrarmos da estreia da Copa das Confederações de 2013, o Brasil jogou no estádio Mané Garrincha, em Brasilia, e no Linha de Passe pós-partida, ele insistiu em desculpas esfarrapadas para justificar aos telespectadores da ESPN as altas e claras vaias a presidente. Chegou ao absurdo de afirmar que os cidadãos brasilienses estavam ''confusos'' com todos os protestos fora do estádio e acabaram vaiando Dilma Rousseff quase que ''por acaso'', como se o naquele momento até o Papa seria vaiado e xingado.

Durante os protestos de 2013, Kfouri e Trajano dedicaram boa parte dos programas para falar do assunto, sempre montando um altar para aqueles que protestavam, diminuindo os crimes dos black blocks e também demonizando a Policia Militar.

Chegamos a Copa de 2014 e o momento que todos tem conhecimento, Dilma xingada por quase toda a Arena Corinthians e no Linha de Passe um discurso de ódio como nunca visto numa TV esportiva brasileira. Seguiu bem a cartilha de ''Guerra de classes'' e a famosa tática de ''Dividir para conquistar'', separando ricos de pobres, negros de brancos, sulistas de nordestinos e os paulistas(principal alvo das criticas) de todo o Brasil, como se o que acabasse de acontecer dentro da Arena Corinthians foi algo provocado pela ''Elite branca paulista'', esta ao qual pertence negros, pobres e não paulistas, só precisa discordar da opinião do Juca Kfouri para entrar nesta ''lista negra''.

Reunião totalmente imparcial entre amigos, não note ,o papel de parede por favor

Trajano, sem a mesma 'delicadeza' de Kfouri, aproveitou para soltar todo o ódio do seu coração contra colunistas que se 'atreveram' a se opor ao governo petista, chamando os mesmos de ''propagadores do ódio'', sendo que todos telespectadores notavam claramente quem estava com sangue nos olhos e com o tal ódio. A dupla Trajano e Juca seguiram bem a cartilha de Lênin e sua famosa frase: ''Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz''.

Os telespectadores não gostaram nada de serem chamados de golpistas simplesmente por não apoiarem o atual governo, e na partida Uruguai e Inglaterra, num link ao vivo da Arena Corinthians, José Trajano não conseguiu comentar da cabine por conta de uma grupo de torcedores, que ao fundo gritavam: ''Trajano vendido! Trajano vendido!'', talvez estivessem citando os diversos patrocínios estatais da ESPN, não sei afirmar a você leitor se apenas na minha televisão aparecem propagandas do Banco do Brasil, Correios, Caixa e Petrobras a todo momento nos intervalos do canal.

Após a Copa do Mundo de 2014 o rótulo de ''Elite branca paulista'' foi distribuído por Juca Kfouri a negros, pardos, índios, pobres, nordestinos ou qualquer cidadão que se atreveu a discordar de suas opiniões.

E enfim, chegamos a segunda-feira 09/03/2015, um dia após o pronunciamento presidencial de Dilma Rousseff, quando em diversas cidades brasileiras houve um protesto chamado 'Panelaço' durante a exibição em TV aberta. Não vou comentar o texto patético propagado por Dilma Rousseff, e sim a reação ainda mais patética ainda de Juca Kfouri e seus parceiros de ESPN, que afirmaram que assinariam em baixo o seguinte texto(link).

Em sua postagem, Kfouri começa tentando justificar o momento de insatisfação do cidadão brasileiro com argumentos injustificáveis como no trecho ''somos capazes de vender e comprar DVDs piratas, cuspir no chão, desrespeitar o sinal vermelho...'', como se justificasse o saqueamento que acontece nas estatais brasileiras. O discurso é mais ou menos este:

Ah, tem corrupção? Estão roubando bilhões de seu bolso? Quem mandou cuspir no chão naquele dia que você foi ao centro da cidade? Lembra do domingo de carnaval? Você passou no sinal vermelho seu mal educado, então não pode reclamar de estar sendo lesado pelos governantes do meu partido! Seu golpista, elitista, burguês e coxinha!


''Carruagem'' que expressa o ódio da
elite branca paulista segundo Juca Kfouri.
''O panelaço nas varandas gourmet de ontem não foi contra a corrupção. Foi contra o incômodo que a elite branca sente ao disputar espaço com esta gente diferenciada que anda frequentando aeroportos, congestionando o trânsito e disputando vaga na universidade. Elite branca que não se assume como tal, embora seja elite e branca.''

Comentando o texto acima, Juca Kfouri xinga de maneira indireta a inteligência de seu leitor, pois novamente coloca os protestos na conta da tal ''Elite branca'', quando na verdade este termo já é tão pífio que não merece uma nova resposta. Quem sente mais a inflação, um rico ou um pobre? O Juca parece não entender, ou finge que não entende.

No prosseguimento do texto, Juca tenta se mostrar 'imparcial' ao concordar com Luís Carlos Bresser Pereira, fundador do PSDB e ex-ministro de FHC, para justificar este ''ódio da elite contra os pobres'', como tanto gosta de afirmar.

''Sejamos francos: tão legítimo como protestar contra o governo é a falta de senso do ridículo de quem bate panelas de barriga cheia, mesmo sob o risco de riscar as de teflon, como bem observou o jornalista Leonardo Sakamoto'', afirma Juca.

Juca perde o senso do ridículo citando nada mais nada menos que Leonardo Sakamoto, quem já acessou o blog deste cidadão sabe bem do que falo, suas opiniões parecem mais panfletos de esquerda.

Mais elite branca segundo o Juca
''Dilma Rousseff, gostemos ou não, foi democraticamente eleita em outubro passado. Que as vozes de Bresser Pereira e Semler prevaleçam sobre as dos Bolsonaros é o mínimo que se pode esperar de quem queira, verdadeiramente, um país mais justo e fraterno.''

Então podemos entender que após ser eleita democraticamente, um presidente da república, ou a 'presidenta' como gostam de chamar, pode fazer o que bem entender?
Pode tentar aprovar o absurdo que era o Decreto 8243?
Pode tentar fazer a 'regulação da mídia' para atender seus interesses?
Pode patrocinar portais pró-governo pagando um valor quase 10 vezes maior por clique do que os 'convencionais'?
Pode tentar de todas as maneiras impedir o avanço da operação Lava-Jato?
Pode se omitir enquanto opositores em países vizinhos são presos sem grandes justificativas?
Pode aumentar os impostos e juros para ''tampar'' os rombos provocados pela corrupção desenfreada e pelo aparelhamento estatal?
Podem convocar o MST como forma de resposta e combate aos protestos de pessoas pacificas?
Podem fazer o que querem com as estatais e depois acusar terceiros da crise?

Finalizando, Juca Kfouri pisoteia a inteligencia de seus leitores em seus textos políticos, onde claramente prefere criar uma 'Guerra de classes' para omitir o desastroso governo ao qual defende com unhas e dentes junto com seus companheiros de ESPN.

24 comentários

  1. Cheguei a conclusão que o PT é uma doença que contamina pessoas indiscriminadamente, independente do seu nível social e cultural. Mas tem cura, temos vários exemplos, fundadores do PT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Paolo, quando um fundador ''abandona o barco'' é porque sabia o monstro que ajudou a criar. Abraço e obrigado pelo comentário!

      Excluir
  2. Eu particularmente não te conhecia, mas tenha os créditos pelas perfeitas e faço minha as suas palavras. Eu moro em Barueri, casa alugada, superior completo e pós graduado (minha mãe passou a trabalhar anoite-Hospital para auxiliar nos meus estudos) e desempregado. Tem mais, estudei em EEPSG (Escola Estadual de Primeiro e Segundo Grau), ou seja, o ódio dito por tal "comentarista" é o fato de criticarem o seu partido e sua "presidenta" (como eles dizem), que almejavam somente o poder para implementarem as suas sanguessugas do R$R$R$ publico, o tempo que focaram fora do governo, com certeza foi para articular as "melhores" formas de surrupiar o povo Brasileiro. Pior, se ele escrevesse em seu blog, ou coisa assim, vá lá é particular, agora um jornal dar aval pra isso.
    Obs: Pago aluguel Sr esplendido comentarista Juca e seus PTralhas.

    ResponderExcluir
  3. Só assisto a jogos de campeonatos europeus,de som desligado, que não são veiculados nos outros canais esportivos, sou assinante da ESPN desde 1994 e me decepcionei a muito tempo com estes caras, este tal articulista q não mencionarei o nome já esteve ao lado do FHC e agora está ao lado dos outros...vendido !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me incomoda muito a postura desses caras da ESPN, não pela posição politica(eles podem apoiar quem bem entenderem) mas sim como abordam aqueles que discordam de suas opiniões e que como tentam maquiar a realidade do país.

      Abraço e obrigado pelo comentário!

      Excluir
  4. Também li o texto de Juca Kfouri e igualmente achei ridícula a posição do comentarista esportivo, cujo programa faço questão de não ver. Conheço pessoas, pela minha profissão de Contador, que não fazem parte da "elite branca", mas não querem nem ouvir falar desse (des)governo pTista e PTralha. A resposta neste Blog foi perfeita e merecida. Valeu, Celino Neto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Eraldo, é exatamente o que eles tentam esconder, que não é apenas uma 'classe social' descontente e sim boa parte da população. Sobre esse termo, ''Elite Branca'', beira o absurdo por ser imposto a todos aqueles que não concordam com o desgoverno.

      Abraço e obrigado pelo comentário!

      Excluir
  5. O que o Juca tem a falar da vaia que a "Presidenta" levou hoje na inauguração de uma feira no Anhembi?? Foram a elite branca paulista quem vaiou??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Reinaldo, parece que a elite branca paulista cresceu assustadoramente e ocupa todo o país, todas as raças e todas as classes. Pelo que conheço do Juca, não duvido falar um bobagem como esta.

      Abraço e obrigado pelo comentário!

      Excluir
  6. Sua matéria descreve o que realmente penso, fiquei indignado com os comentários do construtor de elites brancas, obrigado Celino.

    ResponderExcluir
  7. Celino, não concordo com você, e nem acho que quem votou na Dilma tem que defender com unhas e dentes o petismo e a presidenta. O que me assusta é não poder discordar da minoria que não votou nela. Acho que todos têm o direito de ter opiniões adversas, mas pelo que percebo não se pode ter votado nela, e muito menos discordar das opiniões engajadas dasd redes sociais. Então me diz qual a diferença se o Aécio ganhasse? Não haveria corrupção? Não haveria ajuste fiscal? A gasolina não iria subir? A inflação e os juros também não? Daí a eu concordar e ser cego e dizer, que não houve corrupção e roubalheira, que o PT não fez lambança, e o governo Dilma não se perdeu com seu modelo econômico, seria sim imbecilidade. O que acho é que nada disso resolverá. Temos que pressionar todos os politicos e não só o presidente, que foi sem dúvida eleito com a maioria. O que falta na internet é respeito nas discussões, principalmente se a opinião for contrária a sua. Fica a pergunta: um processo de impeachment resolveria nossos problemas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, primeiramente agradeço pelo seu comentário e tenho prazer em responde-lo, pois foi muito respeitoso e mesmo discordando do texto em nenhum momento faltou com respeito. Respondendo, não disse que quem votou no PT tenha que defender a Dilma ou o Partido dos Trabalhadores com unhas e dentes, até porque conheço pessoas que votaram na Dilma e sabem os problemas que o Brasil tem, mas peço que entenda quem é o ''alvo'' deste meu texto.

      Sobre o trecho ''minoria que não votou nela'', na verdade apenas 38,16% dos brasileiros votaram na Dilma, outros 35,74% votaram no Aécio, 21,10% dos brasileiros não compareceram para votar, e brancos e nulos somam 4,90%. Ou seja, Dilma foi eleita com a maioria dos votos sobre seu adversário e não contando a população, então não estamos falando de uma minoria.

      O texto não foi 'direcionado' aos petistas e sim a um em 'especial', Juca Kfouri, este que tem como característica defender absurdos e usar argumentos pífios para sustentar suas teses.

      Sobre o direito de se expressar, ainda bem que todos ainda temos esse direito, tenho o maior prazer de debater ideias com uma pessoa que pensa diferente, então esta também não é uma questão sobre meu texto.

      Sobre o Aécio, não acho que ele faria um milagre, e nem mesmo o PSDB, então assim como você pode ver no texto, não estou defendendo os ''Tucanos'', longe disto. E neste momento de seu comentário você sai um pouco do foco da postagem, que é uma resposta ao texto ridículo do Juca Kfouri.

      Mas respondendo estas questão: Sobre pressionar, concordo, temos que pressionar sempre, independentemente do governo, do partido ou do politico.

      Finalizando sobre o impeachment, cito um exemplo: ''Prender um assassino acaba com a violência? Não, mas é cumprir a lei se está provado que que ele matou''. Particularmente, se a operação Lava-Jato chegar a conclusão que Dilma Rousseff sabia da tamanha corrupção nas estatais e nada fez assistindo de camarote, sou a favor do impeachment, assim como seria se fosse o Aécio, FHC, Lula, Sarney, Collor, Itamar, Tancredo, Bush, Obama, Maduro ou qualquer que seja no lugar dela.

      Abraço e obrigado pelo comentário! :D

      Excluir
  8. Ótimo texto, parabéns por uma resposta que gostaria de ter escrito ao jornalista defensor do PT.
    Lamentável a parcialidade explícita do jornalista e da grande maioria da equipe de jornalismo da ESPN, repleta de anúncios de estatais.
    Mas a tal elite branca trabalhadora formada pelo povo Paulista, Paulistano e demais povos oriundos de todos os estados do Brasil não de abate, está agora chegando em casa do trabalho, e amanhã cedo estaremos de pé novamente pra mover a principal engrenagem deste imenso Brasil que é a Cidade de São Paulo.

    ResponderExcluir
  9. Celino, faço minhas as suas palavras. Impossível descrever melhor a sensação de indignação que eu tive ao ler a estupidez que o imbecil Juca Kfouri escreveu sobre o panelaço. Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  10. Respostas
    1. Paulo Henrique, muito obrigado pelo comentário. Abraço!

      Excluir
  11. muito bom texto.

    eu tinha o Juca Kfouri como um exemplo de jornalista (esportivo) a ser seguido, mas depois de muitos textos exdrúxulos dele (nesses últimos dias então nem se fala)... não mais. discordo de um colega que disse se tratar de "doença" o esquerdismo doentio do Juca. seria bom se fosse, pois doença tem tratamento. mal caratismo não.

    Juca se mostrou ser um caso clássico de "lobo em pele de cordeiro". ele se faz de bonzinho, imparcial, jornalista investigativo em prol do bem do desporto nacional... mas é só fachada. na verdade o cara é um pau mandado que recebe grana pra atacar uns e defender outros. nem que pra isso tenha de usar argumentos ridículos e chavões batidos que nem o pessoal do MAV usa mais.

    Juca na verdade não passa de um Kajuru medicado. que ódio de mim mesmo por ter sido por tantos anos troxa de não perceber isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, também sei o que é isso. Com o tempo a máscara dos que tanto se esforçam para serem jornalistas imparciais vai caindo. Juca Kfouri é um exemplo claro. Abraço e muito obrigado pelo comentário!

      Excluir

Seu comentário é importante para o blog! Dê sua opinião!